Não há dúvida: Aveiro está na moda

 

Talvez nunca se tenha falado tanto de Aveiro enquanto destino turístico como nos últimos tempos. A cidade, em particular, ou a região, em geral, estiveram em destaque em várias revistas de renome e até chegaram a ser assunto de primeira página. As “novas” marinhas de sal, os recém-inaugurados passadiços de Esgueira ou os passeios de barco ecológico, fizeram furor e ilustraram capas de publicações em papel.

 

Os blogues também não lhe ficaram indiferentes. E se houve algo que os meios de comunicação social ditos tradicionais tiveram em comum com os meios digitais dedicados à área das viagens e gastronomia foi a enorme audiência dos artigos dedicados a Aveiro. Isto para já nem falar nos “likes” das inúmeras fotos publicadas nas redes sociais – Instagram e Facebook, maioritariamente.

 

Alberto Ribas, blogger espanhol, confirma a tese. O artigo que dedicou a Aveiro no seu blogue registou um grande “éxito”, ao nível de “visitas, consultas aos links e perguntas dos viajantes sobre o destino”. E a que se pode dever tamanho sucesso? “Aveiro é um destino muito atractivo, é uma cidade com muito encanto e muitos dos viajantes e turistas que buscam um lugar para passar um par de dias de descanso estão interessados em conhecer Aveiro pelos seus atrativos e pela sua proximidade”, destaca o bloguer oriundo da Galiza.

 

Também a jornalista Susana Ribeiro, administradora do website Viaje Comigo , reconhece que os textos alusivos a Aveiro “têm sempre muita procura”. Além das sugestões do passeio de moliceiro, e dos workshops de ovos moles, a visita ao Museu, o guia de dois dias em Aveiro são o que muita gente procura para a escapadinha perfeita à apelidada ‘Veneza portuguesa’. Mas, como Aveiro está na moda, eu prefiro chamar-lhe a Amesterdão portuguesa, que também tem canais. E é mais cool!”, destaca a jornalista portuguesa.

 

A universidade também dá o seu contributo

 

Com base na sua intuição e experiência, Susana Ribeiro explica este interesse em torno da cidade partindo da Universidade, que “dá uma vida muito grande à cidade”. “E dá-lhe também essa modernidade. A Universidade de Aveiro é pioneira de cursos e estudos, aposta muito no desenvolvimento, e isso faz com que tudo em seu redor também tome essa onda”, argumenta a jornalista do Viaje Comigo.

 

Seja qual for a explicação, a verdade é que a atractividade de tudo é que é informação alusiva à região acompanha o crescimento do número de turistas. Um incremento que é particularmente sentido no centro da cidade. Em época alta (e não só), o vaivém de moliceiros ao longo dos canais urbanos é constante, e há dias em que a zona do Rossio parece ser pequena demais para tantos turistas.

 

Há novos negócios que vão surgindo. Maioritariamente cafés, restaurantes e unidades de alojamento local. Também lojas de venda de produtos tradicionais – sal, conservas, ovos moles, licor de Aveiro, raivas, etc. No fundo, tudo aquilo que o turista procura e que a cidade aproveita para vender.

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de
trackback
Em época de Páscoa, as ruas de Aveiro enchem-se de turistas - AveiroMag

[…] está na moda – já aqui o escrevemos e voltamos a escrever. Não é por acaso que a revista The Times a destaca como uma cidade a […]

trackback
Bloggers portugueses e espanhóis à descoberta da região - AveiroMag

[…] Outro dos repetentes foi Alberto Ribas, do Alvientooo, que também tem vindo a dar destaque à região de Aveiro, com a certeza de que esses conteúdos foram, também, dos que tiveram maiores audiências, tal como o blogger espanhol havia confessado já à Aveiro Mag. […]