Tem ria e salinas mas não é Aveiro. E está aqui bem perto

 

Já pertence a outro país, ainda que fique a apenas duas horas de distância, e, curiosamente, tem muito mais em comum com Aveiro do que se possa imaginar. Pontevedra, na Galiza, também tem praia, ria – na verdade, é banhada por duas (a de Vigo e a de Pontevedra) – e salinas. Não é cidade-irmã de Aveiro, mas bem que podia ser, por força das semelhanças.

 

É esse o sentimento que trazemos depois termos partido à descoberta da cidade destacada pelo jornal inglês The Guardian pela decisão de impedir a circulação automóvel no centro e da região envolvente. Um roteiro que passou por vários municípios e vilas, cada um deles com o seu ponto de interesse.

 

Vilaboa, por exemplo, foi um importante produtor de sal, e as Salinas de Ulló. Ali estão para o comprovar. Muito embora já não estejam ativas, aquelas salinas oferecem condições únicas para observar a fauna avícola do Lugar de Interesse Cultural da Enseada de San Simón. É também um local de excelência para caminhar ou passear de bicicleta.

 

As praias de Pontevedra aqui tão perto

 

Outra das particularidades que torna Pontevedra tão parecida com Aveiro prende-se com as suas bonitas praias, muito particularmente as que estão situadas no município de Marín – destaque para as de Portocelo, Mogor, Aguete ou da Loira. E não deixe de visitar, também, o centro da cidade, em especial o renovado Parque de Briz, com o seu encantador Parque de los Sentidos – um lugar de ócio e recreio que, além de uma área verde, conta com uma zona de jogos infantis, um auditório ao ar livre, escolas de música, entre outros atrativos.

 

Faça-se à estrada, sem perder o contacto visual com a água – tal como conseguimos fazer em terras aveirenses -, e rume até Poio, outro dos municípios que nos leva a pensar que é muito mais o que une do que o que separa Pontevedra de Aveiro. Terra que combina a paisagem marinheira com a rural e na qual “mora” a povoação de Combarro, uma bela vila pesqueira que foi considerada, em 1972, Conjunto de Interesse Artístico e Pitoresco.

 

E desengane-se quem possa pensar que as semelhanças entre as duas regiões se ficam pela água do mar e da ria. Pontevedra também era um território especialmente procurado por termalistas. Em Cerdedo-Cotobade, ainda é possível visitar as ruínas dos Baños de San Xusto, antigas instalações de banhos termais, situadas na margem esquerda do rio Lérez.

 

Informações e contactos

 

Para mais roteiros e informações sobre o destino turístico de Pontevedra – e que abrange os municípios de Barro, Campo Lameiro, Cerdedo-Cotobade, Marín, Poio, Ponte Caldelas e Vilaboa – pode aceder ao website das Terras de Pontevedra. Sem esquecer que há muito mais propostas e passeios para cumprir nesta região galega e que vão para além das paisagens junto à água. Exemplos? É no seu território que se encontra uma das maiores concentrações de gravuras rupestres de toda a Península Ibérica e, inclusive, da Europa.

 

No Parque Arqueológico de Campo Lameiro encontrará uma área aberta a visitas e um centro interpretativo que ajuda a compreender a importância e as origens da arte rupestre que ali é conservada.

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de