A OLI está a completar 65 anos e vigor é coisa que não lhe falta

 

 

Corria o ano de 1954. Dois irmãos, António e Saul Rodrigues Oliveira, naturais de Eixo, cumprem “o sonho” de criar o seu próprio negócio, constituindo a Oliveira & Irmão, Lda., sociedade comercial por quotas.

 

Rui Oliveira, o filho mais velho de António Rodrigues Oliveira, atualmente administrador da OLI – o seu irmão, António Oliveira é o presidente -, recorda-se bem do dia 3 de março de 1954. “Na altura, tinha cinco anos e foi com o pai, sentado no quadro da bicicleta, para a assinatura do contrato de arrendamento das instalações da empresa, na rua Cândido dos Reis, número 35. António Tavares de Sousa era o proprietário deste armazém de 200 metros quadrados, onde tinha funcionado uma antiga fábrica de pirolitos. Esta seria a sede da OLI até ao início dos anos 60”, é evidenciado no livro “A nossa história”, que é lançado pela empresa, esta quinta-feira, em Aveiro.

 

“Numa primeira fase, a atividade da OLI teve uma predominância de comercialização de artigos de ferro fundido, que se pode justificar pela proximidade geográfica com as principais indústrias de fundição do país da época, como a ALBA em Albergaria-a-Velha, a OLIVA em São João da Madeira ou a CIF em Entre-os-Rios, e pela prévia atividade dos dois irmãos no negócio da metalurgia”, especifica a obra à qual a Aveiro Mag teve já acesso.

 

Líder ibérica do setor

 

Estavam, assim, lançadas as sementes para o crescimento daquela que é, atualmente, uma das maiores empresas aveirenses. Já passaram 65 anos e o balanço dificilmente podia ser mais positivo: “A OLI chega aos 65 anos com o estatuto de líder ibérica e uma das maiores produtoras europeias de autoclismos. Tem filiais em Itália, Alemanha e Rússia. Emprega 401 pessoas em Portugal, exporta 80% da produção para mais de 80 países dos cinco continentes”.

 

“Todas as semanas, a partir do complexo industrial, em Esgueira, saem entre 20 a 25 camiões com 160 toneladas de produtos. A OLI é o terceiro maior empregador, em número de pessoas, e o quarto maior exportador do concelho de Aveiro”, é ainda evidenciado no livro.

 

A apresentação da obra (esta quinta-feira, às 18h30, na antiga Capitania) estará a cargo de Júlio Pedrosa, antigo reitor da Universidade de Aveiro, e contará com a participação do presidente da OLI, António Oliveira, e do administrador, Rui Oliveira. O livro é editado pela AD Communication.

 

 

A empresa OLI conta a sua história em livro

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de
trackback
Pedro Abrunhosa promete uma grande festa na cidade de Aveiro - AveiroMag

[…] Tal como vem sendo habitual, há já alguns anos, o espetáculo que antecede a celebração do Dia de Santa Joana é oferecido pela OLI. Este ano, segundo referiu António Oliveira, presidente da empresa, exigia-se um “concerto especial”, em virtude da comemoração dos 65 anos da OLI. […]