Estudantes da UA e Não Lixes unidos em ação de limpeza nos passadiços

 

 

Garrafas e sacos de plástico, lâmpadas, vidro, entre outros resíduos. Em apenas três horas, e numa área reduzida (cerca de 100 metros), encontraram e recolheram de tudo um pouco na área dos passadiços de Esgueira, em Aveiro. “Não estava à espera de encontrar tanto lixo”, conta Susana Costa, uma das estudantes da Universidade de Aveiro que, no passado sábado, esteve envolvida no passeio e limpeza daquela via ecológica.

 

A iniciativa aconteceu no âmbito da semana EcoAciona, promovida pelos Núcleos de Estudantes de Biologia, Ciências do Mar e Engenharia do Ambiente da Universidade de Aveiro – de  11 a 16 de março, realizaram-se várias palestras, workshops e ações de recolha de beatas.

 

A proposta passou, assim, por encerrar a semana em grande, demonstrando que “além de reduzir a pegada ecológica, é preciso, também, corrigir o mal que já foi feito”, vinca Susana Costa.

 

Para levar a ação por diante, os estudantes pediram a colaboração do movimento Não Lixes, que tem vindo a promover ações de limpeza e recolha de lixo em vários pontos da região.

 

“É preciso que estas iniciativas não acabem por produzir mais resíduos, por isso, nunca levamos descartáveis. Usamos sempre sacos de ráfia, luvas grossas e cantis”, destaca Joca Paiva, mentor do movimento.

 

Os promotores da ação de limpeza destacam o facto de alguns populares terem decidido, espontaneamente, juntar-se ao grupo e dar uma ajuda. “Também houve várias pessoas a felicitar o nosso gesto mas, o mais importante, é que percebam que não podemos continuar a usar o plático descartável desta forma”, adverte Joca Paiva.

 

 

O grupo de estudantes e o mentor do Não Lixes

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de