GrETUA dá início à festa do seu 40.º aniversário

 

 

O Grupo Experimental de Teatro da Universidade de Aveiro (GrETUA) prepara-se para dar início à festa dos seus 40 anos. Entre os dias 4 e 13 de abril, organiza o festival GrETUA 40, que aposta numa linha programática multidisciplinar e transversal, que tocará nas áreas do teatro, da música, da dança, da literatura e do cinema.

 

Será marcado também por uma componente de formação, com workshops, e de discussão e reflexão, com a organização de mesas redondas, avançou já a direção do grupo nascido em 1979.

 

“Através deste festival, o GrETUA ambiciona continuar a afirmar-se como um projeto único no país, que com uma estrutura inteiramente voluntária constitui um projeto cultural, artístico e pedagógico com um nível profissional de grande relevo e qualidade”, acrescentam os atuais responsáveis pela coletividade.

 

O festival GrETUA 40 aposta em “espectáculos nunca antes apresentados na cidade e que ilustram e problematizam o presente social, económico e político em que vivemos, lançando hoje aquilo que são propostas (ou mesmo que apenas perguntas) para um futuro melhor”. Pretende, igualmente, “ser uma montra para o percurso dos criadores que passaram pelo GrETUA e que vieram a construir carreiras de relevo após esta passagem”.

 

O GrETUA orgulha-se de ter sido espaço de formação e de acolhimento de nomes como Rui Sérgio (Teatro da Trindade, Inatel); Isabel Alves Costa (Rivoli, Festival Internacional de Marionetas do Porto); Vítor Correia (Efémero); João Paulo Costa; Jorge Manuel Fraga; João Fino; e muitos outros.

 

No dia de abertura do festival que tem como mote celebrar os 40 anos do colectivo – ou seja, esta quinta-feira – o GrETUA dá música à Casa do Estudante com um alinhamento que inclui nomes nacionais, como Quelle Dead Gazelle e o quarteto aveirense Cosmic Mass, e projetos internacionais, como os finlandeses NYOS e a dupla brasileira VENGA, VENGA. A festa começa pelas 23h30. Mais informações – e restante programa – na página do GrRETUA.

 

 

Foto de capa: Espetáculo “Carta Aberta aos Meus Papás” (créditos de Joana Magalhães)
Partilhar

Post a Comment