São de Aveiro os carros à vela que querem conquistar o país

 

 

É uma modalidade desportiva como tantas outras, com direito a provas e campeonatos, mas por cá ainda é pouco conhecida. Os carros à vela ganham cada vez mais fãs e adeptos, em especial junto daqueles que gostam de aventura em contacto direto com a natureza. E Aveiro tem uma quota-parte de responsabilidade neste crescimento. O motivo? É daqui a empresa que está a produzir estes veículos.

 

Liderada por Miguel Serrano, conhecido de muitos aveirenses por ser presidente do Clube Aveirense de Automóveis Antigos (CAAA), a Windroller concebe e constrói carros à vela destinados ao lazer mas também aptos para a competição nas classes internacionais onde se inserem.

 

“Cada carro é construído manualmente, com toda a atenção ao detalhe que só uma construção artesanal e em pequena série permite”, garante o responsável pela marca.

 

Deslizando velozmente e em silêncio, os carros Windroller proporcionam o prazer único de se deslocar em espaços abertos (praias, campos ou pistas), numa atitude ecológica de pleno usufruto da natureza e da força motriz do vento.

 

E contrariamente ao que se possa pensar, para conduzir um carro destes não é preciso reunir requisitos especiais, sendo uma modalidade acessível a pessoas de várias idades, dos mais pequenos aos mais velhos.

 

Para já, a marca aveirense está a comercializar um único modelo, mas tem já em fase de preparação um outro, sem nunca abandonar esse propósito de ajudar a divulgar a modalidade. A Windroller promove vários eventos de demonstração e de testes ao longo do ano. Basta estar atento ao website da marca.

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de