Oliveira do Bairro promove mais uma grande festa da música e dos músicos

 

 

 

O MOB – Festa da Música e dos Músicos de Oliveira do Bairro está de regresso entre 1 e 5 de maio, com seis espetáculos no Quartel das Artes que vão juntar cerca de 400 músicos.

 

“De fora para dentro” é o mote desta que é já a sexta edição do MOB, que aposta num conceito diferente, tal como avança Tiago Matias, responsável pelo Quartel das Artes. “Nesta edição quisemos, mais uma vez, fazer diferente e convidámos três projetos musicais de renome nacional, para trabalharem com os nossos músicos e construírem espetáculos originais para o festival”.

 

Sete Lágrimas, o ensemble português de música antiga mais reconhecido internacionalmente, com 12 discos editados e mais de 200 concertos dados em todo o mundo, “Toques do Caramulo”, grupo de “folk serrano” com quase 19 anos de existência e inúmeras atuações por toda a Europa, e a Orquestra Filarmonia das Beiras, reconhecida a nível nacional e internacional pela sua qualidade artística, são os projetos que aceitaram o desafio e trabalharam com os músicos do concelho de Oliveira do Bairro durante quatro meses e cujo resultado será apreciado no MOB 2019.

 

Concerto inauguram com a Big Band da Bairrada

 

A 6.ª edição do festival tem início no dia 1 de maio, às 17h00, com a Big Band da Bairrada, constituída por músicos de Oliveira do Bairro sob direção de André Granjo, na qualidade de grupo residente do MOB. Este projeto convidou 11 cantores, um por cada um dos 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro.

 

O repertório a apresentar será integralmente constituído por músicas de José Cid, Carlos Paião e Zeca Afonso, três autores de referência da região de Aveiro, com arranjos de Vasco Miranda, pianista e compositor do concelho. Este espetáculo será registado em áudio e vídeo, para futura edição.

 

No dia 3 de maio, às 21h30, o projeto Sete Lágrimas, de Filipe Faria e Sérgio Peixoto, estreia-se no Quartel das Artes acompanhado pelos coros do concelho, para um espetáculo que promete ficar gravado na memória do público e dos mais de 200 músicos que estarão em palco. A noite termina com Sócrates Bôrras (saxofone) e Marco Santos (piano) na Cafetaria do QA, a partir das 23h00. Sob o mote do jazz, o saxofone de Sócrates Bôrras vai assumir o papel da voz, numa viagem onde a espontaneidade e o bom ambiente vão comandar.

 

 

Toques do Caramulo atuam no MOB

 

 

No dia seguinte, sábado, às 21h30, o palco fica entregue aos Toques do Caramulo com grupos de cantares e folclore do Concelho, que prepararam um espetáculo de grande energia musical e muita interação com o público, com todos os ingredientes para se tornar numa grande festa para todas as idades. A “ação” passa depois para a Cafetaria do QA, às 23h00, onde os oliveirenses Gabriel Pinto e Afonso Pereira vão apresentar temas originais e versões de grandes nomes da música portuguesa.

 

O MOB termina em grande, no domingo 5 de maio, às 18h00, com o concerto da Orquestra Filarmonia das Beiras, dirigido por André Granjo, maestro do concelho de Oliveira do Bairro.

 

Os espetáculos a realizar no auditório do Quartel das Artes terão o custo simbólico de 1 euro por entrada e os dois espetáculos da Cafetaria do QA terão entrada livre. O valor total da bilheteira da edição de 2019 do MOB vai reverter a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro.

 

 

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de