Festival dos Canais regressa a Aveiro de 17 a 21 de julho

 

 

Reserve as datas na agenda, pois a animação volta a estar garantida em Aveiro. Durante cinco dias, a cidade servirá de palco a 251 espetáculos, de 32 companhias artísticas. A quarta edição do Festival dos Canais acontece entre os dias 17 e 21 de julho, apostando em artistas e companhias consagrados, como Gilberto Gil, Mariza, HMB, Capicua e a Companhia Walk The Plank.

 

Com um investimento aproximado de 500 mil euros, o evento, recentemente distinguido com o selo de qualidade EFFE Label (Europe for Festivals, Festivals foi Europe), aposta em cinco dias de propostas culturais, desportivas e de lazer – de acesso totalmente livre e gratuito.

 

Artes e o teatro de rua, concertos, instalações artísticas, performances, workshops, oficinas criativas, mercados de rua e djs, são algumas das sugestões apresentadas no programa.

 

Um dos pontos altos acontece logo no dia de abertura. Capicua, acompanhada por Keso, Virtus Teau, DJD1, e em conjunto com a banda sinfónica da Banda Amizade, protagoniza um espetáculo único.

 

Segundo avançou já a organização, o evento mobilizará 277 artistas nacionais e internacionais, provenientes de 16 países, aos quais se juntarão 220 participantes da comunidade local.

 

Entre os destaques da programação, inclui-se a estreia nacional de“Esencial”, da companhia VAIVÉN CIRCO, um espetáculo de circo contemporâneo e de dança, que pode ser visto nos dias 19, 20 e 21, fala sobre transições e conta a história de um grupo de pessoas nómadas, feirantes e velhos marionetistas que chegam a uma nova cidade para trabalhar. Diretamente do país vizinho, a já premiada companhia artística apresenta pela primeira vez em Portugal uma produção poética e educativa, inspirada no Arco Íris de Waldrof.

 

Outro dos momentos auge deste Festival será a atuação da companhia inglesa“Spark!Worldbeaters”, um grandioso espetáculo de teatro de rua, visualmente arrasador e acusticamente impressionante, que combina bateria de alto impacto com coreografias dinâmicas e um design de iluminação extraordinário. Atuam nos dias 18, 19 e 20, com colaboração de percursionistas aveirenses, envolvendo o público numa experiência visual e sonora irrepetível.

 

Ao longo dos cinco dias do festival estão ainda previstas iniciativas como o Hub Station, um projeto de arte efémera que resulta do cruzamento de vários artistas independentes, que atuam na mediação entre arte, ecologia e sustentabilidade. O projeto, que pretende refletir sobre dinâmicas urbanas de transformação da cidade, consiste na construção de cinco estruturas com materiais reutilizáveis, no Jardim do Rossio, que serão parcialmente habitadas por artistas e pelo público em simultâneo, promovendo a interação entre arte, público e cidade.

 

O evento contará ainda com uma “Funky Beach”, um espaço relaxado e tropical, com palmeiras, espreguiçadeiras e cocktails variados, que contará com música variada assinada por diferentes Dj’s, e a instalação“Eco-Logias Artísticas nos Canais”, uma exposição centrada no tema da ecologia, na qual o público é desafiado a provar, levar elementos das obras, manipular conteúdos, numa abordagem que procura novas narrativas estéticas.

 

Pensado para todas as idades, o Festival dos Canais apresentará também muitas ações direcionadas para o público infantil e familiar, convidando-os a explorar, manipular e a participar de forma ativa.

 

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de