Espinho serve um almoço de rua “Sem Espinhas”

 

 

 

No dia 21 de julho, realiza-se em Espinho o tradicional almoço de rua Sem Espinhas, iniciativa integrada no projeto “Sem Espinhas”, promovido pelo município e que se destina a celebrar a gastronomia do mar. “O sucesso registado no ano passado ditou o crescimento da  edição deste ano que conta assim com 13 restaurantes, mais sete do que em 2018, e o alargamento de uma a três ruas da cidade”, assegura a organização.

 

Seis centenas de lugares distribuídos numa mesa que se estende pela marginal da praia até às ruas 2, 39 e 41, em Espinho, convidam os comensais a degustar, entre as 12 e as 17 horas, as melhores iguarias de peixe e de marisco, com pratos entre os seis e os vinte euros.

 

Os 13 restaurantes aderentes oferecem uma variedade de ementas que vão desde a sopa de peixe  à cataplana de tamboril, passando pela sardinha, robalo, dourada e lulas grelhados na brasa, feijoada de marisco, caldeirada de peixe, espetada de marisco e parrilhada de peixe, entre tantas outras delícias que fazem parte do receituário gastronómico  de Espinho.

 

Para além da experiência gastronómica que homenageia, a céu aberto, as especialidades e os pratos típicos inspirados no Mar de Espinho, haverá animação com música e dança, assegurada pela associações locais. Estão previstos espaços lounge, que convidam ao convívio e à degustação de petiscos e de bebidas refrescantes.

 

A 4.ª edição do Almoço na Rua é a terceira iniciativa deste ano do  projeto “Sem Espinhas”, da câmara municipal de Espinho, que tem como objetivo posicionar e promover a cidade como destino gastronómico de peixe e marisco. Após a Rota dos Restaurantes, em março, e o Fórum Sem Espinhas, em junho, o projeto prevê ainda uma reedição da rota dos restaurantes em outubro e a produção de quatro mini-documentários, com testemunhos das histórias do Mar de Espinho.

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de