Centro das Artes do Espetáculo de Sever do Vouga celebra 18 anos

 

 

O Centro das Artes do Espetáculo (CAE) de Sever do Vouga está prestes a atingir a maioridade. Completa dezoito anos de funcionamento e prestação de serviço público na área da cultura.

 

Para a comemoração do seu 18.º aniversário, o CAE preparou um programa especial. Irá acontecer nos dias 15 e 16 de novembro e contempla várias propostas imperdíveis.

 

Às 21h30, entre outros momentos, o primeiro dia irá contar com o concerto “Do Sacro ao Profano: Ecos de um Povo”, sob a direção artística do maestro Carlos Marques. Interpretado por severenses, este espetáculo é baseado no Cancioneiro Popular de Sever do Vouga.

 

Às 23h00, o espectador poderá assistir ao Café Concerto “As Palavras”, de Rui Oliveira. Neste concerto de voz, guitarra e loop station, o artista irá interpretar autores consagrados da língua portuguesa. ​

 

No dia seguinte, às 18h00, irá abrir para o público a Exposição Memórias, que mostrará a perspetiva, sob o ponto de vista das artes visuais, que um grupo de jovens criativos tem do processo da descolonização – o Ultramar visto por quem lá não esteve.

 

Às 21h00, no mesmo dia, a performance Naturália, celebra a Natureza e sofre pela sua vulnerabilidade atual através do gesto, da relação e da contemplação. Partilham-se histórias e junta-se a música da vida desde sempre vivida junto da Natureza.

 

Já às 21h45, inicia-se o teatro “Quedas d’água d’amor”, surgindo a partir das comédias de William Shakespeare. Esta é uma peça de encenação de Joana Figueira e de dramaturgia de Jorge Louraço Figueira, tendo como base o tema do amor. Participam em palco 16 severenses.

 

A celebração irá culminar com o Café Concerto da banda Madrepaz, que apresenta o seu segundo álbum, de nome “Bonanza”. A apresentação ao vivo agrega uma forte componente cénica.

 

Todas as apresentações têm entrada gratuita, mas sujeita ao levantamento de bilhetes, disponíveis nos locais habituais.

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de