Crianças de Albergaria pintam os seus direitos em murais de azulejo

 

 

 

Os direitos fundamentais de todas as crianças vão estar representados num mural de azulejos nas 15 escolas do 1.º ciclo do concelho de Albergaria-a-Velha. No âmbito do 30.º aniversário do Convenção sobre os Direitos da Criança, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) apresenta o resultado do Projeto Pintar a Direitos, em que os mais novos exprimiram, através da arte, os seus direitos.

 

O projeto teve início no 29.º aniversário da convenção, assinalado a 20 de novembro de 2018. Ao longo de um ano, uma equipa da CPCJ visitou todas as escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico da rede pública e privada, desenvolvendo sessões de apresentação dos direitos que compõem a convenção.

 

Mais de 900 crianças foram então desafiadas a pintar um direito selecionado num azulejo; são os vários azulejos individuais que vão compor o mural personalizado que irá decorar cada uma das escolas a partir do final de novembro.

 

No dia 25 de novembro, a partir das 14h00, a CPCJ de Albergaria-a-Velha vai inaugurar três murais Pintar a Direitos na Escola Básica de Laginhas, na Branca, no Colégio de Albergaria e na Escola Básica de Albergaria-a-Velha. As inaugurações vão contar com a presença de Maria Rosário Farmhouse, presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, e do presidente do município, António Loureiro. Além dos murais, vai ser inaugurada também uma estátua alusiva às celebrações, concebida por alunos da Escola Secundária, no Parque da Mobilidade.

 

Ainda no âmbito das comemorações, a CPCJ organiza, a 23 de novembro, pelas 16h00, a Caminhada contra a Negligência Infantil. O ponto de encontro é na Alameda 5 de Outubro e o percurso tem a distância de seis quilómetros. A participação é gratuita, mas de inscrição obrigatória.

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de