“Tudo o que eu digo é mentira” no palco do Cineteatro Alba

 

 

 

Teatro, música e escrita. É neste triângulo artístico que o grupo DuEthos navega em “Tudo o que eu digo é mentira”, um espetáculo a ser apresentado no Espaço Café-Concerto do Cineteatro Alba, a 16 de janeiro, pelas 22h00. A entrada é livre.

 

“Tudo o que eu digo é mentira” é um monólogo que tem como ponto de partida o Silêncio. Aqui, a personagem depara-se com um mundo desconhecido até então, envolto em esquizofrenia. Nele, tenta expressar-se através da música e da escrita, desconstruindo-se entre a euforia e a desolação, o ódio e o amor e, essencialmente, entre a crença e a descrença em si própria.

 

Chegada ao fim da viagem, acaba por se sentir resolvida quanto ao silêncio, encontrando um ponto de abrigo onde se consegue fazer ouvir.

 

Bernardo Tirso interpreta o texto original de João Tavares, sendo acompanhado, em termos musicais, por Rodrigo Neves (saxofone) e João Tavares (baixo).

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de