Carrilho da Graça marca segunda sessão sobre arquitetura na UA

 

 

 

O multipremiado e várias vezes nomeado para o prémio europeu Mies van der Rohe, João Luís Carrilho da Graça é o convidado da segunda sessão do ciclo “Arquitetura na Universidade de Aveiro: a obra e o tempo”. Autor da ponte pedonal que liga as duas margens do esteiro de São Pedro e os campi de Santiago e Crasto (ver foto), na Universidade de Aveiro (UA), o arquiteto orientará a aula aberta a 27 de fevereiro, às 11h00, na Sala de Atos Académicos, na Reitoria da UA, sob o título “Reflexões sobre uma ponte entre os campi”.

 

Carrilho da Graça é autor do projeto do recém-inaugurado Terminal de Cruzeiros de Lisboa que lhe valeu o Prémio Valmor em 2017. Nesse mesmo ano foi-lhe atribuído o Prémio CICA de Arquitetura Internacional, do Comité Internacional de Críticos de Arquitetura. Já em 2019, foi galardoado com a Grã Cruz da Ordem da Instrução Pública da República Portuguesa e, mais uma vez, nomeado para o Prémio Mies van der Rohe, desta feita, pelo Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

 

Entre os seus projetos mais referenciados estão também o Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva, no Parque das Nações, e a Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa, a Pousada do Mosteiro de Flor da Rosa, no Crato, e a Igreja de Santo António, em Portalegre. Na região de Aveiro, foi ainda autor do projeto do Centro Cultural da Branca, em Albergaria-a-Velha.

Partilhar

Post a Comment