Sugestão culinária: Açorda de ovas de bacalhau do chef Duarte Eira

 

 

 

Aqui fica mais uma sugestão gastronómica para estes dias de isolamento (a ordem passa por ficar em casa, não se esqueça). Desta vez, é o chef Duarte Eira, do Restaurante Salpoente, em Aveiro, quem nos brinda com uma das suas melhores receitas. Preparado para mais uma aventura culinária?

 

Açorda de Ovas de Bacalhau

 

Ingredientes:

  • 150 gr de ovas de bacalhau
  • 1 pão alentejano
  • 1 cebola média
  • 2 dentes de alho
  • 1 l caldo de bacalhau
  • 1 limão
  • q.b coentros
  • 2 gemas de ovo
  • 10 gr azeitona desidratada
  • 10gr cebola frita
  • q.b sal
  • q.b piri piri
  • Louro
  • q.b pimenta

 

Confeção:

Cozer as ovas de bacalhau em água temperada com sal e folha de louro. Seguidamente, num tacho separado, fazer um refogado com a cebola e o alho, adicionar o pão previamente demolhado com o caldo de bacalhau, e ir acrescentando a gosto, mais caldo até obter uma consistência cremosa.

Adicionar as ovas de bacalhau previamente cozidas e partidas em pedaços e deixar cozinhar em lume brando, temperar com sal, piri-piri e pimenta a gosto.

Por fim, fora do lume refrescar com coentros picados, raspa e umas gotas de sumo limão.

 

Decoração:

Passar a gema de ovo por um passador para que fique lisa e cozinhar a 66º durante 2 horas (alternativa usar gema de ovo crua e envolver na açorda bem quente), e fazer uns pontos em cima da açorda, “polvilhar” a cebola frita, a azeitona e os coentros por cima.

Bom apetite.

 

Partilhar
avatar
  Notificações  
Notificação de