62 mil pessoas assistiram a festival que celebrou a liberdade a partir de Ílhavo

 

 

 

“A liberdade também canta em água em águas paradas”. Foi este o mote para o Liv(r)e, um festival de três dias, organizado pelo 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, o coletivo lisboeta Camaleão e a plataforma A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria.

 

A emitir a partir da Rádio 23 Milhas, montada no primeiro andar da Casa da Cultura de Ílhavo, na Avenida 25 de Abril, o festival partiu de Ílhavo para vários pontos do país. Ao todo, ao longo dos três dias de emissão, assistiram mais de 62 mil pessoas, com registo para centenas de comentários e partilhas que assinalaram um retorno muito positivo do festival. O festival foi ainda transmitido na Rádio Terranova, na frequência 105.0FM, contando também por isso com o auditório da rádio sediada na Gafanha da Nazaré.

 

No festival Liv(r)e atuaram, através da plataforma de comunicação online Zoom, Clã, Galandum Galundaina, João Berhan, Adélia, João Francisco, Pedro Mestre, Mariana Root, Edgar Valente, Quiné Teles, Tiago Sami Pereira, Tiago Jesus e Vasco Ribeiro. Cada parceiro pôde escolher quatro artistas para se juntarem ao festival e cantarem a liberdade num abril de incerteza.

 

Num período particularmente simbólico, em que todos estão privados da liberdade de circular e estar juntos, houve a possibilidade virtual de celebrar uma das datas mais marcantes da história portuguesa.

 

Além de juntar artistas de vários pontos de Portugal, como tudo o que isso representa em termos de reconhecimento e ativação do território, o festival acabou por ser um exercício não só de liberdade e trabalho em rede, mas também de homenagem à música popular portuguesa e à sua diversidade. Destaque para a música feita e divulgada a partir do interior do país, em sítios em que é mais difícil comunicar e projetar o que se cria. O Liv(r)e foi de Atenor a Lisboa e de Miranda do Douro a Castro Verde. De Ílhavo, o músico Quiné Teles tocou a partir do sótão da sua casa, com o apoio técnico, no vídeo, de João Roldão.

 

Emissão de segunda e sexta-feira

 

O 23 Milhas prossegue naquele que considera ser o seu papel, agora ainda mais premente, que é o de assegurar que a cultura do dia a dia se mantém, e agora se reinventa, tanto nos meios como nos conteúdos.

 

A Rádio 23 Milhas acontece, de segunda a sexta-feira, no Facebook do 23 Milhas e através da frequência 105.0FM, da Rádio Terranova. Existe ainda um Guia de Navegação em Casa, com sugestões de conteúdos e atividades para os tempos de confinamento. Semanalmente, é lançado um caderno com 23 sugestões, divididas nas categorias experimentar, assistir, visitar, pensar e fazer em família.

 

Todos estes projetos são divulgados nas redes do projeto e também no site www.23milhas.pt.

Partilhar

Post a Comment