Restaurantes de Aveiro com cautelas redobradas na reabertura

 

 

 

Foram dos mais afetados pela pandemia e são também dos que têm maiores incertezas quanto à reabertura. As orientações da Direção-Geral da Saúde para o funcionamento dos bares e restaurantes – nomeadamente a obrigatoriedade de se manter uma distância de dois metros entre todos os que circularem no interior do estabelecimento – são claras e passíveis de colocar em prática, mas há muitas dúvidas que se levantam. Será que as pessoas se sentem seguras para regressar aos restaurantes?

 

“Está tudo devidamente preparado para manter o distanciamento, há álcool gel em vários pontos do restaurante e as desinfeções estão a ser redobradas, resta agora ver como vai ser a reação dos clientes”, testemunhou à Aveiro Mag, Luís Lavrador. O chef vai abrir, esta segunda-feira, os seus dois espaços de restauração – o Fama, situado na cidade de Aveiro, e o Marina, localizado do Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré – mas tem medo que os consumidores tardem a regressar à normalidade.

 

“No Marina, deve ser mais fácil, uma vez que temos uma área considerável de esplanada e isso pode transmitir maior confiança aos clientes”, perspetiva.

 

Garantida está também, pelo menos para já, a manutenção do serviço de take away. “Sabemos que não é a mesma coisa do que vir a um restaurante, não é a mesma experiência, mas pode ajudar, especialmente para as pessoas dos grupos de risco”, explica Luís Lavrador.

 

Restaurante Fama

 

Reaberturas a vários tempos

 

Também a Mercearia do Rossio tem já tudo a postos para abrir esta segunda-feira. O outro restaurante do grupo, e situado na porta ao lado, o Bacalhau&Afins, reabre no dia seguinte, terça-feira. Em ambos os casos, tudo está a ser ultimado para cumprir à risca as medidas de higiene e segurança, minimizando os riscos de contágio.

 

Já o Restaurante Origem tem reabertura agendada para sexta-feira, dia 22 de maio. A sala cuja capacidade chega aos 150 lugares, foi adaptada para receber, agora, apenas 40 pessoas, o que permite acautelar um distanciamento de “entre 2,5 a 3 metros”, realça Maria Soares, a proprietária.

 

A esta medida, juntam-se, também, uma série de novos procedimentos: “os funcionários vão usar equipamentos de proteção individual, os clientes também terão de usar máscara a entrar e a sair e de cada vez que forem à cada de banho, as maçanetas das portas também vão ser constantemente higienizadas”, exemplifica a empresária.

 

Já os outros restaurantes do grupo – Porta 35, Porta 36 e À Portuguesa -, têm a reabertura estimada para a última semana de maio.

 

Nesta nova fase, e mais do que nunca, os clientes são aconselhados a efetuar reserva prévia.

 

 

Restaurante Origem

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Notificações
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x