Concerto extra de António Zambujo na reabertura do TA

 

 

 

O Teatro Aveirense (TA) irá promover um concerto extra de António Zambujo. Depois de ter esgotado a lotação do espetáculo de dia 6, que assinala a reabertura do TA após o encerramento temporário motivado pela pandemia, a sala de espetáculos aveirense decidiu agendar um segundo concerto para o dia seguinte (e cujos bilhetes estão já à venda).

 

“É bom saber que as pessoas querem voltar”, destaca Ribau Esteves, presidente da câmara de Aveiro, a propósito da procura de bilhetes registada neste regresso à atividade. A programação para os próximos meses, dada a conhecer esta segunda-feira, reserva espaço para o cinema, dança, teatro e comédia, além da música.

 

Regressam os ciclos “Filmes das nossas terças”, “Novas Quintas” e “À Boca de Cena” e estão prometidas algumas estreias e novidades. Dia 11 de junho, o TA acolhe o projeto “Terra Nossa”, de César Mourão, seguindo-se, a 18 de junho, Filipe Sambado. Ainda para este mês, está previsto o espetáculo “Sr. Moedas” (dia 26) e “Canto da Europa – Leitura encenada”, com Jacinto Lucas Pires.

 

Julho ficará marcado pelas atuações dos Best Youth (dia 2), pela estreia de um projeto da Red Cloud (14 a 26 de julho), bem como pelo Festival dos Canais, cujo programa não foi ainda divulgado.

 

Em agosto, entre os dias 7 e 30, a aposta passa por uma presença no espaço público, com uma programação de verão (espetáculos e instalações artísticas). Outra das novidades reside numa programação regular de conteúdos digitais para públicos diferenciados.

 

Sem mudar o rumo

 

Ainda que os tempos sejam de medidas extraordinárias – redução da lotação da sala e reforço dos procedimentos de segurança sanitária -, o TA quer manter a linha de programação a que habituou o seu público.

 

“Não vai ser a Covid-19 que nos vai fazer mudar o rumo”, frisa José Pina, programador cultural do município de Aveiro, lembrando o recorde de espetadores que a sala vinha atingindo nos últimos tempos.

 

A reabertura do TA insere-se num plano de atuação, mais abrangente, para a área da cultura. São 37 medidas, anuncia Ribau Esteves, entre as quais se incluem a constituição de bolsas para apoio a técnicos e empresas locais de âmbito técnico e de produção e para projetos artísticos locais.

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Notificações
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x