Projetos de Aveiro na final do concurso de Boas Práticas de Envelhecimento

 

 

 

São dez os projetos finalistas da edição de 2021 do concurso de Boas Práticas de Envelhecimento Ativo e Saudável na Região Centro, cinco dos quais são promovidos por entidades ou empresas de Aveiro. O concurso promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) admitiu a concurso 145 candidaturas, promovidas por cerca de 123 entidades de 81 dos 100 municípios da região Centro.

 

Os vencedores serão revelados no 8º Congresso Envelhecimento Ativo e Saudável, que decorrerá no dia 7 de dezembro, em Coimbra. Com esta atividade, a CCDRC, no contexto dos seus objetivos de desenvolvimento regional e valorização das dinâmicas territoriais, visa potenciar o reconhecimento e a divulgação dos projetos e iniciativas que promovem o envelhecimento ativo e saudável na região Centro.

 

Na corrida estão os projetos aveirenses Walk-ID, da Universidade de Aveiro; Mais Saúde no Trabalho, da Grestel – Produtos Cerâmicos, SA; Maiores Pela Janela, da Câmara Municipal de Ílhavo; CENTR(AR): pulmões em andamento, da Universidade de Aveiro; e Carrinho A-Mexer, da AEVA – Associação para a Educação e Valorização da Região de Aveiro;

 

Com esta atividade, a CCDRC, no contexto dos seus objetivos de desenvolvimento regional e valorização das dinâmicas territoriais, visa potenciar o reconhecimento e a divulgação dos projetos e iniciativas que promovem o envelhecimento ativo e saudável na região Centro.

 

Esta edição de 2021 apresenta a particularidade e a novidade de pretender também conhecer formas inovadoras de promover saúde e bem-estar, numa lógica de um envelhecimento ativo e saudável, induzidas ou implementadas no âmbito de todas as restrições decorrentes da pandemia provocada pela Covid-19.

Partilhar

Post a Comment