Dia Nacional dos Moinhos celebrado em vários municípios região

 

 

 

No próximo dia 7, é dia de celebrar o valor patrimonial dos moinhos tradicionais e a sua importância para a história. À semelhança do que vem sendo hábito nos últimos anos, a região de Aveiro volta a associar-se ao Dia Nacional dos Moinhos, promovendo várias atividades em torno deste importante património.

 

Em Albergaria-a-Velha, a data tem um caráter ainda mais festivo. A Rota dos Moinhos de Albergaria-a-Velha celebra oito anos, tendo sido preparado um programa de atividades em vários núcleos do concelho. A participação é gratuita, mas de inscrição obrigatória, até 5 de abril, pelo endereço de correio eletrónico turismo@cmalbergaria.pt. As vagas são limitadas.

 

Ao longo do fim de semana, vão decorrer quatro programas diferentes, podendo as pessoas interessadas selecionar e inscrever-se nos momentos onde quer participar. Na manhã de sábado, por exemplo, o programa inclui, às 10h00, uma visita aos Moinhos do Regatinho (Vilarinho de S. Roque), seguida de uma caminhada pelo Trilho do Linho, com a distância de 2,5 km. Pelas 11h30, os participantes podem descobrir o Moinho de Baixo e os Moinhos da Quinta da Ribeira (Ribeira de Fráguas) e acabar a manhã a fazer papas de milho numa oficina prática.

 

O município de Vagos, por seu turno, promove três dias de atividades em torno do património molinológico. Nos dias 7, 9 e 10 de abril, as azenhas do Boco (Azenha Ti Luísa, Azenha dos Carvalho, Quinta das Azenhas e Azenha Barreto) e o moinho de vento Ti Pascoal estarão abertos, em datas e horários específicos, de acordo com o programa, para todos aqueles que quiserem conhecê-los, por fora e por dentro.

 

Destaque, também, para a inauguração do “Trilho das Levadas das Azenhas” do Boco, com uma caminhada com ponto de encontro marcado no Parque de Merendas do Boco, às 9h30, organizada pela Junta de Freguesia de Soza em conjunto com a Confraria Sabores da Abóbora e os proprietários das azenhas e moinhos do Boco. No final, haverá um convívio com um lanche com produtos locais.

 

Em Águeda, poderão ser visitados a moinhola de Macieira (9 e 10 de abril) e o moinho do Vale das Senhoras, em Paradela (7 a 10 de abril). Neste último, a visita terá como mote a homenagem aos ex-combatentes do Lugar de Paradela, estando programada uma degustação gastronómica, petiscos tradicionais, confecionados por senhoras da aldeia e ainda a presença de “personalidades” trajadas a rigor, como o moleiro, a mulher do moleiro e outras associadas ao moinho.

 

Já a Câmara Municipal da Mealhada vai comemorar o Dia Nacional dos Moinhos com quatro dias de atividades dirigidas a todas as faixas etárias, desde histórias infantis, jogos, oficinas, workshops, caminhadas, mercadinho de artesanato ou feirinha petiscos. De 7 a 10 de abril, os moinhos do Lograssol e de Santa Cristina abrem-se a toda a comunidade, mostrando aquela que era uma importantíssima atividade de subsistência na região.

 

 

Partilhar

Post a Comment