Moliceiros em construção no Estaleiro Museu da Praia do Monte Branco

Estarreja promove curso ligado à arte da construção naval

Moliceiros em construção no Estaleiro Museu da Praia do Monte Branco

 

 

 

Abrem no dia 2 de janeiro as inscrições para o curso de formação profissional “Atividades Marítimo-Turísticas e Construção Naval”, promovido pelo Município de Estarreja em parceria com a FOR-MAR – Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar e com o Centro Qualifica de Estarreja – Agrupamento de Escolas de Estarreja.

 

Com uma duração de 821 horas, a formação decorrerá em horário pós-laboral no Centro de Interpretação de Construção Naval, localizado na Ribeira da Aldeia, na freguesia de Pardilhó. O curso tem apenas 15 vagas.

 

Esta iniciativa do Município de Estarreja surge da vontade e da necessidade de defesa da arte da construção naval, que atualmente é apenas praticada de forma regular por cinco mestres construtores e por um pintor de moliceiros, sediados nos concelhos de Estarreja e Murtosa. O objetivo é que esta iniciativa consiga atrair jovens para uma arte que corre risco de extinção.

 

Recorde-se que a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) inscreveu “como registo de salvaguarda urgente” o «Barco Moliceiro: Arte da Carpintaria Naval da Região de Aveiro» no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, conforme despacho publicado no dia 15 de dezembro, em Diário da República.

 

No Município de Estarreja, a arte da construção naval ainda ganha vida pelas mãos dos mestres construtores António Esteves, Arménio Almeida e Felisberto Amador, da freguesia de Pardilhó, “terra da ria e berço de centenas de construtores navais de machado e enxó”, e que foram homenageados com a Medalha de Mérito Municipal em 2019.

 

As inscrições podem ser feitas por email: centroqualificaestarreja@aeestarreja.pt.

Partilhar

Post a Comment