AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

São Bernardo chega aos 50 anos pronto para encarar desafios

Modalidades

A 19 de setembro, o São Bernardo vai comemorar 50 anos de existência.

A Aveiro Mag entrevistou João Carvalho, um dos sete elementos (contando com Hélder Machado, a Carla Duarte, a Sandra Duarte, o Ricardo Osório, o Fernando Vilar e o Fernando Branco) que compõe a atual junta diretiva com mandato até 31 de maio.

Num ano em que o número de atletas chega aos 170, o clube enfrenta desafios exigentes, como a falta de pavilhão, bem como dificuldades financeiras. No entanto, nada impede o responsável de continuar a querer o melhor para todos os que têm a “rosa ao peito”, num sentimento de união que quer ver culminada numa gala, onde todos os momentos da história do clube serão revisitados.

 

O que diferencia o Centro Desportivo de São Bernardo?

É o trabalho de formação dos nossos atletas, com relevância para os principais valores do trabalho em equipa e da inclusão de todos, tendo sempre presente o nosso lema de “Um por todos e todos por um”. Formar atletas, mas acima de tudo os homens e mulheres de amanhã. Prepará-los para o desporto de competição, mas também para a vida futura. Aqui, valorizamos o estarmos em comunidade, em que todos contam e fazem parte de um todo chamado CD São Bernardo. Gostamos de envolver nas nossas iniciativas todos aqueles que vivem com a “Rosa ao Peito”, sejam eles atletas, treinadores, dirigentes, pais, sócios ou amigos. Todos são família CD São Bernardo.

 

Quais as principais dificuldades neste ano em que comemora meio século de vida?

Este é o ano em que o CD São Bernardo comemora os seus 50 anos! É um ano de grandes desafios, desde logo o facto de não estarmos ainda no pavilhão de São Bernardo que vai passar a ser Municipal. Esta é uma questão que tem tornado a gestão do clube muito mais difícil. Mas pensamos que está para breve a resolução desta questão.

É também um ano em que a nossa equipa sénior está a disputar a nova Divisão de Honra, o 2º escalão nacional, com o objetivo de sempre que é chegar ao principal escalão do andebol nacional. É uma divisão muito mais competitiva do que o formato do ano anterior e que exige muito mais a cada equipa para alcançar o objetivo da subida. Vai ser um percurso bem mais difícil, mas vamos lutar mais uma vez por esse objetivo.

É um ano em que voltámos a ter uma grande quantidade de atletas, tanto masculinos como femininos, e que nos permite voltar a fazer deste clube um dos principais clubes formadores do andebol, que é o que sempre nos notabilizou. Atualmente temos cerca de 170 atletas num total de 16 equipas federadas nos vários escalões. É um trabalho difícil mas ao mesmo tempo motivador.

A questão mais difícil é a que diz respeito à parte financeira. O CD São Bernardo não tem estrutura profissional para fazer face às contingências relacionadas com a gestão de um clube da nossa dimensão. É um trabalho de muita gente que tem o gosto e prazer de ajudar o clube em tudo o que é possível. É um trabalho que nos ocupa muito do nosso tempo, maior parte das vezes em prejuízo da nossa vida familiar. Felizmente até à data de hoje temos feito o que nos é possível para junto dos nossos parceiros conseguirmos criar as condições mínimas para o desenvolvimento das nossas atividades. É um desafio diário.

 

Quando começou o mandato da direção e vai até quando?

O CD São Bernardo há já alguns anos é gerido por juntas diretivas que têm mandato anual. A atual junta diretiva composta por 7 elementos começou o seu mandato a 1 de junho de 2023 e irá até 31 de maio de 2024.

 

Quais os objetivos para este mandato?

Este é um ano decisivo para vida do CD São Bernardo. A questão do pavilhão é muito importante ficar resolvida com a elaboração de um protocolo com a Câmara Municipal de Aveiro para definir os moldes e duração da cedência do pavilhão ao CD São Bernardo.

Estamos também a trabalhar para criar formas de gerar receitas para o CD São Bernardo, para que a gestão financeira do clube possa ser encarada no futuro de uma forma mais positiva, tendo sempre que contar com todos os apoios que as empresas e entidades parceiras do CD São Bernardo nos dão anualmente e que são decisivos para a concretização das nossas atividades junto dos nossos atletas.

Ambicionamos que a nossa equipa sénior consiga a melhor classificação possível nesta nova e muito competitiva Divisão de Honra, sendo que a subida ao escalão principal do andebol nacional é a meta a atingir.

Mas acima de tudo, queremos continuar a incentivar as nossas crianças e jovens a praticar andebol, continuando o trabalho de captação desenvolvido em várias escolas e nas nossas instalações, porque o CD São Bernardo existe para formar atletas e os homens e mulheres de amanhã. A formação é o nosso principal propósito.

 

 

Que iniciativas estão pensadas para a efeméride?

A comemoração do 50º aniversário do CD São Bernardo vai englobar várias iniciativas que estão a ser ultimadas por uma comissão criada para as comemorações dos 50 Anos da nossa instituição. O facto de não termos ainda o pavilhão disponível tem atrasado a execução de algumas iniciativas, que ainda não vamos revelar aqui porque não sabemos se vão ser possíveis de concretizar. Assim que forem possíveis de concretizar irão ser anunciadas nas nossas redes sociais.

As comemorações terão o seu ponto alto com a realização da Gala dos 50 Anos do CD São Bernardo, a ser realizada em princípio no dia 21 de setembro de 2024. Será o ponto alto das comemorações onde será revisitado todo o trajeto do clube ao longo destes 50 anos de história.

 

Ao fim de vários anos, o CD São Bernardo retomou o andebol feminino. Como aconteceu?

O CD São Bernardo esteve cerca de 8 anos sem andebol feminino, sendo que no passado sempre teve essa vertente. Após tantos anos sem escalões femininos, o clube decidiu voltar a formar equipas femininas porque através de treinos de captação que fizemos no início da época passada, tivemos a adesão de várias meninas que foram trazendo as amigas e a dada altura já havia meninas para formar equipas. Procurámos algum treinador que pudesse pegar neste novo projeto e encontrámos uma treinadora fora do ativo, Soraia Domingues, que achou interessante o projeto e aderiu. Houve também pais de meninas que também quiseram ajudar no projeto e que assumiram o papel de dirigentes desses escalões, tendo tudo funcionado muito bem. Na verdade, a formação feminina do CD São Bernardo foi uma alegre surpresa para nós pela forma como sempre tem vindo a funcionar, com a participação de todos numa harmonia excecional. Até jogadoras que já estavam fora do ativo, regressaram ao andebol fazendo com que hoje tenhamos 5 escalões femininos (de minis a séniores). Grande ajuda para que isto tenha vindo a acontecer foi o papel que outro treinador que se encontrava fora do ativo, Carlos Neiva. Tem feito um trabalho fantástico no nosso clube. De realçar também o papel de Ricardo Osório, que foi fundamental na coordenação do andebol feminino, tendo assumido o verdadeiro espírito do CD São Bernardo, onde o mais importante é a felicidade dos nossos atletas. Não é por acaso que hoje pertence à nossa junta diretiva!

Colégio Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.