AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Águeda ilumina-se de azul com vista a alertar para a proteção das crianças

Sociedade

A Câmara Municipal de Águeda vai iluminar de azul, na próxima quinta-feira, os edifícios dos Paços do Concelho e do Centro de Artes de Águeda, como forma de assinalar o “Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância – Abril”, numa ação que se vai prolongar durante todo o mês de abril.

Esta iniciativa resulta de uma parceria entre o município e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Águeda e pretende dar visibilidade à campanha do Laço Azul, que visa sensibilizar e alertar para a proteção das crianças.

“Esta é uma ação a que nos associamos, por considerarmos de extrema relevância sensibilizar desde cedo e de uma forma transversal os cuidados que devem ser assegurados às crianças e jovens”, disse Elsa Corga, Vereadora da Educação e Ação Social da Câmara de Águeda.

Para além da parceria da Câmara Municipal nesta ação, a CPCJ de Águeda vai intensificar as mensagens de alerta sobre esta temática, com atualizações semanais na página oficial da instituição no Facebook (https://www.facebook.com/aguedacpcj), sensibilizando para a prevenção dos maus-tratos e a promoção dos direitos das crianças.

Também em concertação com as Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, que aderiram a esta iniciativa, estão a ser construídos laços azuis que as autarquias vão expor em cada sede a partir de dia 6 de abril.

No âmbito desta iniciativa, a CPCJ apelou ainda às escolas, Instituições Particulares de Solidariedade Social e Associação Comercial de Águeda para que sensibilizem a comunidade e construam laços azuis usando materiais recicláveis ou outros e os exponham em locais visíveis.

Outra das ações a realizar durante este mês, em parceria com a Federação das Associações de Pais do Concelho de Águeda, está um webinar subordinado ao tema “Abuso sexual: Prevenir para melhor proteger”, com Rui Abrunhosa.

Este mês será ainda feita a leitura de uma história e dramatização para as crianças dos 3.º anos, por parte de professoras da Rede de Bibliotecas Escolares, bem como um diálogo com as crianças sobre os seus direitos.

Todos as atividades, cujas datas e horários estão a ser ultimados, podem ser acompanhadas na referida página de Facebook da CPCJ.

Iniciativa nasceu em 1989 e tornou-se viral

De referir que o Laço Azul é uma campanha que nasceu em 1989, quando uma mulher norte-americana (Bonnie Finney) amarrou uma fita azul na antena do carro, num ato simbólico de homenagem ao seu neto que acabara de ser vítima mortal de maus-tratos. Na sequência desta iniciativa – que se tornou viral – abril passou a ser o Mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância.

A campanha deste ano, em Portugal liderada pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos das Crianças e Jovens, tem como tema “Serei o que me deres… que seja Amor”.

A CPCJ de Águeda junta a todas estas ações de sensibilização, a difusão do hino “Pintar de azul”, numa alusão à cor-símbolo da campanha,umamúsica que foi criada a partir de mensagens e diálogos mantidos com as crianças e escolas do 1.º Ciclo do concelho. Neste hino (que conta com o arranjo musical de Rui Ferreira e Luís soares e a interpretação da Escola de Música/Coro ARCEL), o laço azul pode ser muita coisa: “a canção de embalar do sono de uma criança”; “o colo, o abraço, a ternura, o carinho” ou “a esperança”. É este “convite” à mudança que é defendido na música e que se espera de cada campanha.

Festa Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.