AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Novo Hub Tech City marca a abertura da semana da tecnologia, em Aveiro

Inovação

Já arrancou mais uma Aveiro Tech Week. Até ao próximo domingo, dia 17 de outubro, o município aveirense afirma-se como polo de atração para as indústrias tecnológicas e criativas.

A Aveiro Tech Week teve início hoje, dia 11 de outubro, com um primeiro momento de demonstração de tecnologias de inovação no Cais da Fonte Nova. Foi daí que partiu, logo de seguida, um périplo pela cidade, com visita a algumas das instalações tecnológicas, artísticas e de promoção cultural que integram a oferta do evento. Um sistema de sensores em espaço público para segurança automóvel e pedestre, um projeto de transportes inteligentes que utiliza o 5G para a comunicação eficaz entre veículos, um guia turístico que disponibiliza informação multimédia interativa a quem visita museus, monumentos e outros espaços públicos ou uma aplicação que recorre a tecnologias de realidade aumentada para convocar a figura do escritor Eça de Queirós aos nossos smartphones para este contar a história da sua ligação a Aveiro, são só alguns exemplos dos projetos demonstrados.

A programação deste dia de abertura, que também incluiu a inauguração do novo Hub Tech City, no ATLAS Aveiro, culminou no auditório do Teatro Aveirense, com Artur Silva, vice-reitor da Universidade de Aveiro, Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal, José Manuel Fernandes, deputado ao Parlamento Europeu, e Ribau Esteves, que fez questão de sublinhar a importância da tecnologia na candidatura de Aveiro a Capital Europeia da Cultura em 2027.

Recorde-se que a Aveiro Tech Week inclui os TechDays, o Criatech e o Prisma/Art Light Tech, eventos que animarão a cidade dos canais com uma arrojada programação cultural e artística que convida a desfrutar de exposições, instalações de luz e som, conferências, laboratórios e outras experiências.

Uma cidade inteira à distância de alguns cliques

Não há como ficar indiferente à grande videowall que, luminosa e colorida, recebe os visitantes à entrada do novo Hub Tech City, no segundo piso do ATLAS Aveiro, antigo edifício Fernando Távora. Resumidamente, este extenso quadro interativo serve para “apresentar a cidade de Aveiro”, “dar destaque ao processo de candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura em 2027” e “apresentar os resultados do trabalho que tem sido desenvolvido no âmbito da Aveiro Tech City”. É possível assistir a vídeos de apresentação do município de Aveiro e explorar o território através de uma coleção de infografias ricas em imagens e informação, tendo “sempre presente aquilo que caracteriza a cidade e os aveirenses em várias dimensões”, da sociedade à economia, sem esquecer a cultura. Neste ecrã tátil gigante, os visitantes poderão, por exemplo, “perceber o que significa uma cidade ser capital europeia da cultura, como são feitos os processos de candidatura e seleção e como é que se pode envolver no projeto, seja como ativista digital ou partilhando as suas ideias”. Mas este hub é, também, para os “não-aveirenses”. “É um objeto diferente para recebermos aqueles que nos visitam e a quem podemos mostrar aquilo que somos, os projetos que temos em desenvolvimento e as nossas ofertas a vários níveis, seja numa visita mais breve ou mais prolongada, e dirigindo-nos sempre para as tipologias de maior interesse do visitante”, explica o presidente da câmara municipal de Aveiro, que assegura não haver “nada deste género nos municípios portugueses”.

O espaço disponibiliza ainda outros ecrãs táteis, quadros sensoriais, uma maquete interativa da cidade e uns óculos de realidade aumentada para uma visita virtual pelas ruas e canais.

De acordo com o Ribau Esteves, a ideia que precedeu à criação deste centro tecnológico terá surgido há dois anos, aquando de uma breve passagem, em período de férias, pela sala de visitas do departamento de urbanismo da câmara municipal de Singapura, no sudoeste asiático. Uma “descoberta acidental, mas fantástica”, que terá motivado o autarca aveirense a desafiar a sua equipa para “criar algo semelhante naquilo que são os objetivos e os suportes que lhe servem de base, mas adequado à nossa realidade e capacidade financeira”.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.