AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Tudo a postos para a primeira edição do FLIM - Festival Literário da Mealhada

Artes

A Câmara da Mealhada realiza, de 27 de março a 2 de abril, a primeira edição do FLIM - Festival Literário da Mealhada, uma iniciativa que procura estabelecer proximidade com os livros, os escritores, os leitores, os artistas, os músicos e com todos os que se interessam pela leitura e pelas artes da palavra através da poesia.

Uma feira do livro, sessões musicais e de teatro, oficinas, encontros com escritores são algumas das iniciativas incluídas no programa do FLIM – Festival Literário da Mealhada que se centra, nesta primeira edição, na poesia. “A poesia será explorada em todos os sentidos, na música, no teatro, na leitura. Temos iniciativas para todos públicos, desde os bebés aos idosos, porque a nossa visão é posicionar a biblioteca como um local de cultura e de encontro entre as várias gerações. A aposta na cultura é crucial na política de desenvolvimento integrado defendida por este executivo e o FLIM será um poderoso instrumento para aproximar os cidadãos do concelho dos livros e dos escritores”, sublinha Filomena Pinheiro, vice-presidente da Câmara da Mealhada.

O FLIM vai desenrolar-se maioritariamente na Feira do Livro, que decorrerá numa tenda instalada junto à Biblioteca Municipal, mas ultrapassa as suas paredes, com atividades no centro da cidade, na vila do Luso ou no Cineteatro Messias. Conta com declamação de poesia nas ruas da cidade, leituras comunitárias, sessões de cinema, concerto de poesia para crianças, com o “Andante (des)Concertante), iniciativas como “Nós e as palavras”, com Pedro Lamares, recitais/ debate que assentam na poesia em língua portuguesa, focada principalmente no século XX e XXI, de Pessoa até hoje, mas revisitando Camões e Gil Vicente.

O festival integra também a programação da Semana da Leitura, com atividades nas Bibliotecas Escolares, entre os dias 27 e 31 de março, uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura, que conta com a parceria da Rede de Bibliotecas Escolares e da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, e se destina a celebrar e incentivar o prazer de ler.

No decorrer do FLIM, a 1 de abril, será conhecido o vencedor do Prémio Literário António Augusto Costa Simões, que pretende homenagear o mais notável mealhadense.

No Dia Internacional do Livro Infantil, que se comemora a 2 de abril, a tarde será dedicada às crianças, com a apresentação do espetáculo “Poesias e Canções”, de José Fanha e Daniel Completo, e com a apresentação do livro infantil “Bussaco: mata mágica”, de Virgínia Pereira, obra que contou com o apoio de Município de Mealhada.

“Queremos afirmar a Mealhada na Cultura e este festival surge como espaço de reflexão, de encontro e de criação das pessoas ligadas à cultura e de toda a nossa comunidade, que desafiamos a participar ativamente”, salienta Filomena Pinheiro.

O FLIM tem ainda a particularidade de ser o primeiro evento do município com o selo ColorADD, fruto da parceria com a associação ColorADD, que promove o uso do código ColorADD para facilitar a identificação de cores para os daltónicos. Trata-se uma linguagem única, universal, inclusiva e não discriminatória, que permite ao daltónico identificar as cores, sempre que a cor seja um fator de identificação, orientação ou escolha. O objetivo é contribuir para a integração social e bem-estar dos daltónicos, tornando a Comunicação mais eficiente, responsável e inclusiva.

A criação de um Festival Literário insere-se numa forte política cultural do executivo de António Franco Jorge, que procura acrescentar produtos culturais aos já existentes no Município e diversificar a oferta cultural e turística deste território, captando novos nichos de mercado e atraindo novos públicos, novas dinâmicas. Além da forte aposta cultural no Cineteatro Messias, com espetáculos nacionais e de associações locais, e do Meajazz, em 2022 realizou-se a primeira edição do Bussaco Classical Fest – Festival de Canto Lírico, avançando-se agora para o FLIM.

Festa Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.