AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Dança em dose dupla na programação do 23 Milhas

Palcos

José Caldeira

 

 

Este fim-de-semana, o 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, apresenta dois espetáculos de dança, sexta-feira e sábado, na Gafanha de Nazaré e em Ílhavo.

A “Coleção do Meu Pai” é o novo ciclo de criação da coreógrafa e intérprete Cláudia Dias, desenhado para durar dez anos divididos em cinco peças, a partir da coleção de obras de autores neorealistas do seu pai. O primeiro capítulo desse ciclo chama-se “Uma tremenda caminhada” e desenvolveu-se a partir de um dos livros neorrealistas da coleção de Anselmo Dias, pai da criadora: “A Selva”, de Ferreira de Castro. A frase “uma tremenda caminhada dos deserdados ao longo dos séculos”, que pode ler-se no prefácio da obra, foi o ponto de partida para a construção deste espetáculo que se centra nos temas do trabalho escravo, da emigração, da exploração, do colonialismo, a partir da experiência de duas intérpretes oriundas do Brasil,  fazendo o cruzamento entre a história individual e a história coletiva. A música original é de Afonso Dorido (Homem em Catarse), Graça Carvalho e Ruca Lacerda. “Uma tremenda caminhada” foi considerado um dos 10 melhores espetáculos de dança de 2023 pelo jornal Público. Pode ser visto na sexta-feira, dia 16, a partir das 21:30, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.

Campus Jazz Publicidade

No sábado, dia 17, à mesma hora, na Casa da Cultura de Ílhavo, a coreógrafa Catarina Miranda e a Materiais Diversos apresentam “CABRAQIMERA”, um espetáculo de dança para quatro intérpretes que usam patins como extensão dos seus corpos bailarinos. O espetáculo explora a dimensão plástica e hipnótica do gesto, mas também o que acontece quando se combina de forma não aleatória coreografia, luz, velocidade, corpo e música. Surge da vontade da criadora de criar uma peça de dança que criasse risco e desconforto aos corpos que a habitassem. Os patins funcionam como próteses nos pés dos intérpretes, enquanto elementos que condicionam o seu movimento e criam a possibilidade de uma nova linguagem coreográfica e de uma nova leitura dos seus próprios corpos no palco e no mundo. “CABRAQIMERA” porque, segundo Catarina Miranda, "somos todos quimeras e fruto da dimensão histórica e política do passado, da experiência do presente e do assombramento e entusiasmo perante o futuro".

Os bilhetes custam entre 4 e 6 euros e estão à venda nas bilheteiras físicas da Casa da Cultura de Ílhavo e da Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré e online na bilheteira da BOL.

 

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.