AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Festival Literário da Mealhada destaca autores que lutaram pela Liberdade

Literatura

Conferências, feiras do livro, apresentações de livros, debates, oficinas, cinema, música, espetáculos, contos e um jantar literário, compõem o programa. 

 

 

A segunda edição do FLIM - Festival Literário de Mealhada realiza-se de 21 a 23 de março com diversas iniciativas, como conferências, feiras do livro, apresentações de livros, debates, oficinas, cinema, música, espetáculos, contos e um jantar literário. Sob o mote FLIM – “Palavras para todos”, esta edição coloca em destaque autores e artistas que lutaram pela Liberdade.

Em ano de comemoração do Cinquentenário do 25 de Abril, o FLIM também irá destacar os valores de Abril, no decorrer de diversas iniciativas. Uma das homenageadas será a poetisa Natália Correia, conhecida pela personalidade livre, polémica e irreverente, que a fez lutar contra a ditadura e chegar ao parlamento, no pós 25 de Abril. Para o dia de abertura, 21 de março, está marcada a conferência “O enigma de Natália”, com Fernando Pinto do Amaral e moderação de António Vilhena, e a tertúlia “A liberdade em Natália Correia”, com Fernando Pinto do Amaral, Joaquim Vieira, Ângela Almeida e Fernando Dacosta.

Entre as muitas atividades, conferências, espetáculos, apresentações de livros ou oficinas de escrita, que decorrerão em vários espaços - da Biblioteca Municipal da Mealhada às escolas ou ao Cineteatro Messias -, destaca-se também o espetáculo de encerramento, de Luís Fernandes, no papel de músico “diseur”, dando vida e voz a textos humorísticos de grandes vultos da literatura de expressão portuguesa. Um espetáculo simplista que dá vida às palavras e de um humor potente, que contará com a participação de alunos do Agrupamento de Escolas da Mealhada.

Realizar-se-ão oficinas criativas, como “O rap vai à escola”, e encontros nas escolas, um dos quais com a presença do escritor Francisco Moita Flores.

Festa Publicidade

“Procuramos engrandecer os livros, os escritores, os leitores, os artistas, os músicos e todos os que se interessam pela leitura e pelos valores da Liberdade, da Palavra, da Cultura e da Educação. Como não podia deixar de ser, no ano do cinquentenário da Revolução de Abril, juntamos os livros e a palavra aos valores de Abril, com espetáculos, música, conversas, encenações dos mais variados aspetos da Revolução dos Cravos, abrangendo os mais diversos públicos, das crianças aos jovens e adultos”, explica Filomena Pinheiro, vice-presidente e vereadora da Cultura da Câmara Municipal da Mealhada.

O FLIM é uma das iniciativas que resulta da cooperação da Câmara Municipal da Mealhada com a Rede de Bibliotecas de Mealhada, o Agrupamento de Escolas de Mealhada e a Escola Profissional Vasconcellos Lebre, destinadas a promover a leitura, o livro e a literacia na comunidade local.

 

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.