AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Semana de experiências sonoras na bienal Aveiro_Síntese 2024

Artes

 

 

A bienal Aveiro_Síntese 2024 continua a apresentar um conjunto de eventos que exploram a música electroacústica. Esta semana, o público pode desfrutar de uma instalação interativa, um concerto de música acusmática e um concerto para tuba e eletrónica ao vivo que inclui a estreia mundial de uma obra encomendada. 

A instalação “PENG PANG PUNG” de Rochus Aust (na foto) estará aberta ao público no Salão Nobre do Teatro Aveirense, com sessões nos dias 22, 23 e 26 de maio. Trata-se de uma instalação de 40 canais que utiliza mesas de ping-pong, sensores e máquinas de vento, criando uma experiência de jogo e composição sonora em tempo real. Esta será a primeira apresentação pública da instalação em Portugal.

Na quarta-feira, 22 de maio, às 21h30, Leigh Landy, uma referência na música eletroacústica, apresenta-se na Sala Estúdio do Teatro Aveirense. O concerto contará com cinco das suas obras mais icónicas, incluindo a estreia de algumas composições mais recentes. O programa inclui I Conduct Electricity (1996), To BBC or Not (2008), E Pluribus Plures (2021), Rock’s Music (1988) e Aplican Términos y Condiciones (2022).

Landy, conhecido pelo seu trabalho inovador com samples e colaborações com outros artistas, promete um concerto que desafia as convenções.

Na quinta-feira, 23 de maio, às 21h30, a Sala Estúdio do Teatro Aveirense acolhe o concerto "Nono 100 (II)", em celebração do centenário de nascimento de Luigi Nono (1924 - 1990), um dos mais peculiares compositores do século XX. O evento contará com a participação do extraordinário tubista Henrique Costa (galardoado no XVI Concurso Internacional Tchaikosky, na Rússia) e de Ricardo Guerreiro na electrónica ao vivo (músico que estudou em Veneza com Alvise Vidolin, por sua vez, membro da comissão científica do Arquivo Luigi Nono e colaborador direto de Nono na eletrónica de diferentes obras). Além de Post-Prae-Ludium per Donau [1987], será escutada a obra acusmática Ricorda cosa ti hanno fatto in Auschwitz [1966], de Luigi Nono.

No mesmo concerto, Tomás Rodrigues (aluno da Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro) fará a estreia de uma obra para tuba e eletrónica ao vivo composta por João Moreira (2004) no âmbito do projeto ‘Nova Música para Novos Músicos’.

Este concerto combina a profundidade histórica das obras de Nono com novas composições, proporcionando uma viagem sonora através do tempo e da inovação musical.

 

Colégio Publicidade

Concerto “Orquestra das Beiras”

No domingo, 26 de maio, às 18h00, a Orquestra das Beiras enche o palco da Sala Principal do Teatro Aveirense, sob a direção de Rita Castro Blanco, com Nádia Carvalho na informática musical. Perseguindo uma leitura mais aprofundada, os mesmos intérpretes revisitam agora a obra dead wasps in a jam-jar (ii) [2016], de Clara Iannotta (1983), que apresentaram na edição de 2022. Em destaque encontra-se a estreia absoluta de perianth / unfurl [2024] do compositor turco Çağdaş Onaran (Esmirna, 1999), selecionado no âmbito de uma chamada internacional para compositores promovida pela Arte no Tempo.

Com a nova obra para orquestra e eletrónica, Çağdaş Onaran procura criar uma relação simbiótica entre a orquestra e a eletrónica, que se respeitam e permitem o florescimento mútuo. A eletrónica funciona como uma extensão da orquestra, potenciando a sua paleta sonora.

O programa completa-se com uma obra que evoca o universo beethoveniano do alemão Malte Giesen (Massenprozession, de 2020).

Os bilhetes para os concertos estão disponíveis online e a instalação "PENG PANG PUNG" oferece entrada gratuita.

A Arte no Tempo é uma estrutura financiada pela Direção Geral das Artes. A bienal Aveiro_Síntese é apresentada em coprodução com o Teatro Aveirense e integra a programação da capital nacional da cultura Aveiro 2024.

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.