AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Pianista Aaron Parks apresenta-se em trio formado para o Campus Jazz

Artes

A. Grass

O pianista e compositor norte-americano Aaron Parks, conhecido em nome próprio e pelas colaborações com Terrence Blanchard, Joshua Redman e Kurt Rosenwinkel, entre outros, apresenta-se com um trio formado para atuar no Campus Jazz – Festival de Jazz da Universidade de Aveiro (UA). Será esta quarta-feira, dia 29 de maio, às 21h30, na Casa da Cultura de Ílhavo (CCI). Depois do concerto, no foyer do CCI, há nova jam session no Campus Jazz, com Andreia Santos Quarteto. A 28, o pianista norte-americano orienta uma masterclass na UA.

O Aaron Parks Trio apresenta-se no Campus Jazz. Nas palavras do próprio pianista e compositor, este foi um trio reunido especialmente para este festival e conta com duas das suas artistas favoritas atualmente: “Kanoa toca de forma pensada, fundamentada, intuitiva e cheia de surpresas; Cornelia toca de forma alegre, divertida, subtil e com um swing profundo. Mas estas palavras dificilmente captam o sentimento essencial que tive ao tocar com ambas: uma sensação de reconhecimento imediato e de afinidade musical natural. Aguardo ansiosamente por este concerto e por ver e ouvir o que vamos encontrar juntos.”

Aaron Parks lançou a sua estreia na Blue Note, com “Invisible Cinema”, aos 25 anos de idade, após três lançamentos da Blue Note com o trompetista Terence Blanchard. A BBC classificou-o como "um dos grandes álbuns de 2008". A JazzTimes saudou o músico como "um novo visionário" e a San Jose Mercury News nomeou o seu “Alive in Japan” como o Melhor Álbum de Jazz de 2013. Lançou dois álbuns pela ECM, incluindo um disco de piano solo e um disco de trio com Billy Hart e Ben Street.

Parks atuou e gravou com Kurt Rosenwinkel, Dhafer Youssef, Terri Lyne Carrington, Ambrose Akinmusire, Gretchen Parlato, Kendrick Scott e Marcus Miller, entre outros. É também membro fundador do coletivo James Farm, com Joshua Redman, Matt Penman e Eric Harland. O seu último projeto, “Little Big”, aclamado pela PopMatters como "o que o jazz pode ser no novo século", teve a sua estreia no final de 2018. A sequência, “Little Big II: Dreams of a Mechanical Man”, foi lançado em maio de 2020 para aclamação da crítica. Posteriormente, nesse ano, Parks foi um dos seis compositores selecionados para participar no prestigiado Film Music and Sound Design Lab, do Sundance Institute. Em 2022, lançou dois álbuns de colaboração em trio, com Matt Brewer e Eric Harland.

Masterclass com Aaron Parks e jam session com Andreia Santos

No dia 28 de maio, o pianista e compositor norte-americano orienta uma masterclass, a partir das 18h00, no auditório do DeCA, na UA. A atividade pedagógica em formato de masterclasse de jazz/improvisação, com a duração aproximada de 90 minutos, destina-se à comunidade académica da UA, às escolas de ensino oficial e profissional da região e à comunidade artística em geral.

Colégio Publicidade

A segunda jam session do Campus Jazz 2024, a 29 de maio, no foyer do CCI, será lançada pelo Andreia Santos Quarteto, logo depois do concerto do trio de Aaron Parks, pelas 22h45.

Andreia Santos é trombonista, com licenciatura em Performance e Mestrado em Ensino na UA, iniciou os seus estudos aos oito anos de idade em eufónio. Frequentou o Conservatório de Música de Aveiro e, mais tarde, entrou para a Escola Profissional de Música de Espinho. Começou depois a estudar trombone jazz na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE), no Porto. Terminou o Mestrado em Ensino na Universidade de Aveiro, na variante jazz. Em 2011, ganhou o primeiro prémio na categoria de combos de escolas superiores, no festival de jazz do São Luiz, em representação da Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo. Já atuou em vários festivais de jazz. Atualmente, Andreia Santos é membro dos projetos Orquestra de Jazz de Matosinhos, CORETO Porta-Jazz, Mondego, entre outros em que participa ocasionalmente e professora e coordenadora do Curso Profissional de Jazz no Conservatório de Música de Coimbra.

O quarteto de Andreia Santos inclui ainda Moisés Viegas ao piano, João Cação no contrabaixo e Nuno Oliveira na bateria.

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.