AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Vaiapraia, Batida e EU.CLIDES no cartaz do Cais à Noite na Costa Nova

Artes

Manuel Lino

 

Os projetos Vaiapraia (26 julho), Batida (2 agosto) e EU.CLIDES (9 agosto) são os nomes da edição deste ano do Cais à Noite. O ciclo de música eletrónica acontece desde 2017, no espaço descontraído do Cais Criativo da Costa Nova, junto à praia, e é organizado pelo 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo.

Com licença para dançar, mas também para cantar alto, celebra-se e protesta-se ao som de três artistas muito diferentes nos estilos, entre o rock, o punk, o house, o kuduro, o gospel e a pop, mas com algo em comum: a cantiga é uma arma.

Vaiapraia começou pelas gravações lo-fi no seu quarto em direção a um destino com várias paragens. Em 2020, lançou “100% Carisma”, disco de “Fogo Fera”, cantiga rápida de festa e potência com que incendiou as massas. Em 2023, lançou o EP “Estrelas e Trovóes”, com quatro canções gravadas à lareira com Júlia Reis, na sua casa na aldeia de Vilar Seco. Hoje em dia, Vaiapraia é e já foi muitas coisas, mas afirma-se sobretudo como “um projeto de amor, em que o processo social acompanha o criativo, e onde cabem fãs, artistas, amigues e transeuntes desta vida”.

Batida, que no Cais à Noite se apresenta em dj set, é o projeto de Pedro Coquenão. Em Londres, tornou-se o primeiro artista português e angolano a protagonizar uma sessão do Boiler Room. Na BBC 6 Music, foi elogiado pelo radialista e dj francês Gilles Peterson por estar “noutro nível na forma como se apresenta em espetáculo, como cria música, quer em dj set, quer em performance ao vivo, resumidamente: pela forma como gere a sua cena”. Em 2023, Batida fez uma série de performances especiais com Branko, Poté, Dj Dolores e um inédito com Bonga, todos participantes no seu disco mais recente “Neon Colonialismo”.

Festa Publicidade

EU.CLIDES nasceu em Cabo Verde em 1996, cresceu em Portugal e, aos oito anos entrou no Conservatório de Música em Aveiro. Depois de estudar em Paris e de começar a sua vida enquanto músico com o grupo senegalense Daara J Family e, mais tarde, com a artista cabo-verdiana Mayra Andrade, lançou a sua primeira música a solo “Terra-Mãe”, em que faz uma homenagem à Liberdade e ao 25 de Abril. O álbum "Declive", lançado em março de 2023, com letras de Tota e produção de Pedro da Linha, é uma obra profunda, inspirada em parábolas que exploram as complexidades da vida, que mescla influências que vão desde a música clássica à eletrónica, passando pela música cabo-verdiana e gospel.

Todos os concertos começam às 22h00 e custam 6 euros. Os bilhetes estão disponíveis a partir de hoje, na Casa da Cultura de Ílhavo, Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré e online, na BOL.

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.